As melhores ofertas estão aqui:

quinta-feira, novembro 30, 2006

Náufrago



Um episódio épico
Vislumbra um paraíso perdido
Nas costas longínquas do horizonte
Onde pairam as estranhezas desérticas
E navegam os cargueiros à alto monte.

Aventureiros aventuram-se em aventuras
Perigosas, a delinear a distância percorrida
Tempestades avulsas e furiosas camuflam-se
Num esplêndido espetáculo solar
No cair da escuridez, surgem, ao luar...

Destemidos marinheiros deparam-se com a fúria marítima
Enfrentam, valentemente, num balanço contínuo
Forças esgotadas, não se sabe mais o que fazer
E uma aqüífera imensa parede, prestes a desabar
Arremessa-os em infinda profundeza, poço de poder.

Se sobreviveram ou não?!
Aí... já é outra história...

Poetastro

2 comentários:

  1. Anônimo4:38 PM

    Beleza de poema Poeta!!!!!

    O Náufrago e um poema EPICO, msm!!!!


    continue sempre assim e melhorando!!!

    Abraço amig@o!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Maviany6:14 PM

    Oxi meninoOoO...
    Amei seus poemas viu
    ta muito legal mesmo
    Gostei mesmo

    Espero ki continue fazendo isso
    Pois é muito ótimo.

    Parabéns

    AbraçãoOoOoOoOoOo...

    ResponderExcluir

Deixem-vos aqui vossas preciosas palavras...

Publicidade

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...